como fazer um bonsai
IBERBONSAI.pt ::
Contactos
Qtd:
0
Total:
€ 0,00
Carrinho de Compras
0
Carrinho de Compras

 

 

 

Home

PESQUISA AVANÇADA

ÁREA DE CLIENTE

963 907 899

SAIBA MAIS

NOVIDADES

Conheça as nossas novidades

NEWSLETTER
como fazer um bonsai

 

Como fazer um bonsai

 

O bonsai é um passatempo conhecido por fazer bem a mente, é antes de mais um momento que é descrito como Zen.

Relaxante e motivador porque nunca termina, é um hobby extremamente excitante que nos aproxima da natureza.

 

No entanto, para obter um bonsai digno desse nome, é necessário respeitar certas regras específicas a este tema.

Como fazer um bonsai facilmente

Podemos obter um bonsai a partir de sementes, estacas, alporquia ou mesmo pré-bonsai para poupar tempo. Há também o yamadori, ainda mais rápido e sobretudo muito mais barato e utilizado principalmente por muitos comerciantes para ganhar dinheiro facilmente.

 

O que é um bonsai?

 

Não é apenas uma planta num vaso como se quer inicialmente fazer crer, é muito mais do que isso, porque para criar um bonsai, devemos utilizar técnicas aprovadas como o transplante, a poda, a aramação, métodos de cultura que permitem estilizar uma árvore e formá-la em bonsai.

 

Força, elegância, leveza e movimento são os quatro pilares da construção de um bonsai.

 

1- A força :

 

É representada pelo nebari, que é a base do tronco e o conjunto de raízes na superfície do solo.

 

Este é a primeira parte que se vê quando se olha para um bonsai e é necessário tempo e trabalho árduo para o aperfeiçoar. É o resultado de sucessivos transplantes que, depois de cortar a raiz axial desde do início, força as raízes secundárias mais finas para uma forma de estrela. Este processo causa um movimento que faz com que o colarinho ou a base do tronco cresça mais, uma vez que a raiz principal não pode crescer para baixo.

 

Como vimos em artigos anteriores, o bonsai não precisa de uma raiz axial para se manter direito e fixo ao solo, num vaso este problema não surge, pelo que provocamos a criação de raízes secundárias muito mais finas cujo objectivo é alimentar o bonsai, são elas que irão fornecer todos os nutrientes que irão extrair do solo.

A importância de os dispor em forma de estrela é puramente estética, quando admiramos um bonsai, a disposição das suas raízes retiradas do chão é um reflexo do poder da natureza. Isto é o que nos chama a atenção em primeiro lugar e é o principal objectivo que devemos alcançar ao criar uma árvore de bonsai.

 

2- A elegância:

 

A elegância é obtida através da poda.

Seja qual for a árvore em que estamos a trabalhar, devemos ter em mente o resultado final, mesmo que perdure durante anos, a elegância é uma prioridade, a seguir à força, que como acabamos de ver é representada pelo nebari.

Ler artigo sobre o nebari do bonsai e as raízes rasantes.

 

Como é conseguida a elegância?

Primeiro pela poda de formação, depois pela poda de manutenção.

 

A primeira permite-nos formar o bonsai no estilo que escolhemos, Hokidashi, Moyogii ou kengai, não importa, o mais importante é definir um estilo e mantê-lo durante todo o processo de formação do bonsai. Está fora de questão mudar o estilo durante o processo, seria uma verdadeira perda de tempo e acima de tudo prejudicaria consideravelmente o bonsai.

 

A segunda é essencial para manter a forma que foi escolhida e definida, para que o bonsai se desfaça como tal. É por isso que recomendamos sempre a poda do bonsai, especialmente durante a época de crescimento, para o manter no espírito do projecto inicial.

 

Em ambos os casos é primordial podar os ramos sempre acima de um rebento cujo desenvolvimento futuro será para o exterior do tronco principal e náo para o interior para evitar o cruzamento dos ramos e ter de os remover mais tarde.

 

3- Leveza e movimento:

 

Para além da poda, que nos permite refinar a elegância, temos à nossa disposição a aramação com arame de alumínio anodizado para ajudar a pronunciar o movimento e transmitir leveza a toda a estrutura do bonsai. A aramação é útil para ramos que não somos capazes de dirigir sozinhos através da poda e, sobretudo, permite-nos obter imediatamente a forma desejada. Quando aplicamos o arame a todos os ramos do bonsai, é fácil moldar os galhos como desejamos, tendo a possibilidade de experimentar várias situações possíveis para finalmente escolher a melhor.

 

Lembre-se que o arame de alumínio deve ser aplicado num ângulo de quarenta e cinco graus, tanto por razões estéticas como para permitir que o ramo seja moldado sem o risco de o quebrar e de o manter na posição escohida.

 

O topo do bonsai ou ápice:

O topo de bonsai é um critério importante no desenho da árvore.

O conjunto deve apresentar uma árvore harmoniosa e equilibrada, com uma boa estrutura radicular, que representa a força e o poder do bonsai. Depois a estrutura deve ser bem concebida, seguindo uma silhueta cónica desde a raiz até ao topo da árvore, com ramos regulares e bem trabalhados.

O conjunto deve apresentar uma estrutura harmoniosa que vai desde do nebari até ao ápice, isto é o que chamamos conicidade.

 

Cada detalhe conta en todo o desenho do bonsai, as raízes rasantes, o nebari, o tronco, os ramos principais e secundários e finalmente o ápice.

 

Para fazer do seu bonsai um sucesso, na iberbonsai temos toda uma gama de material, tais como:

 

- As mudas de sementeira e de estacas, pré-bonsai;

- A cerâmica, desde a mais rústica para iniciar e cultivar o seu projecto ao vaso com moldagem, cozedura e grés com um acabamento muito mais refinado.

Ler artigo sobre a escolha do vaso para bonsai.

- Os substratos: o substrato é também muito importante para fazer do seu bonsai um sucesso, um substrato de boa qualidade irá favorecer o crescimento e evitar erros na rega e na fertilização.

Ler o artigo sobre o substrato do bonsai.

- Fertilizantes, nutrientes essenciais para o crescimento do bonsai. Temos adubos líquidos, que são mais rápidos a fazer efeito durante o período de crescimento, especialmente para jovens bonsais que precisam de crescer à vontade para se desenvolverem. Adubo orgânico como o biogold, que é altamente recomendado pelo menos uma vez por mês na forma líquida durante toda a estação de crescimento e durante todo o ano para bonsais mais velhos que apenas necessitam de fertilizante de manutenção. Respeitar sempre um Mês ou dois no Outono sem nenhum adubo.

Biogold é um fertilizante natural japonês, não queima as raízes e é eficaz durante várias semanas.

Ler o artigo sobre a fertilização do bonsai.

- Ferramentas como tesouras grossas e finas, alicates rectos e côncavos, corta-arame, ancinhos;

- Arame de alumínio anodizado de 1 mm até 8 mm para moldar os ramos;

Ler o artigo sobre a ferramenta para bonsai.

- Acessórios tais como grelhas para vasos, regadores, figuras decorativas para acompanhar o bonsai.

Como fazer o bonsai agora

Agora cabe-lhe a si criar o seu próprio bonsai. Respeitando as poucas regras básicas que acabamos de descrever e com tempo e paciência, é possível obter um bonsai digno desse nome e sobretudo personalizado.

De facto, não se trata de ser mestre do bonsai, a ideia é essencialmente uma criação pessoal, criar um bonsai é como pintar uma tela, um quadro, com a diferença de que é um projecto em permanente evolução, o bonsai é uma obra de arte inacabada, é uma planta natural que, consequentemente cresce todos os anos ao longo das estações, que é o que a diferencia de uma pintura.

 

Mas o espírito é o mesmo, é uma obra individual e como tal merece o respeito daqueles que a admiram. mesmo com defeitos aos olhos dos especialistas, não devemos esquecer que a criação é pessoal e em caso algum deve ser criticada.

 

 

 

 

 

Termos e Condições
A iberbonsai
Dicas e Conselhos
Catálogo
Siga-nos

Todos os valores incluem IVA à taxa em vigor

Copyright © IBERBONSAI.pt 2022

Desenvolvido por Optimeios

UA-144250790-1 UA-144250790-1