o bonsai, um símbolo
IBERBONSAI.pt ::
Contactos
Qtd:
0
Total:
€ 0,00
Carrinho de Compras
0
Carrinho de Compras

 

 

 

Home

PESQUISA AVANÇADA

ÁREA DE CLIENTE

963 907 899

SAIBA MAIS

NOVIDADES

Conheça as nossas novidades

NEWSLETTER
o bonsai, um símbolo.

 

O bonsai, um Símbolo...

 

O bonsai reflecte acima de tudo um estado de espírito, é a relação íntima do ser humano com a natureza.

 

O objectivo do bonsai é a representação de uma árvore na natureza, mas em miniatura, pelo que esta é uma boa razão para desenvolver e destacar várias técnicas e todo o nosso conhecimento para ter sucesso.

 

É um passatempo muito saudável e zen. Uma árvore, mesmo em miniatura, é acima de tudo uma planta natural e viva, que se desenvolve e transforma ao longo das estações, fazendo-nos revivê-las mais ainda se vivemos em apartamento.

 

O bonsai é um símbolo porque:

 

 

O bonsai tem este lado mágico, é pequeno, mas a imagem que temos dele lembra-nos uma árvore em tamanho real e por isso ajuda-nos a partilhar este espírito de comunhão com a natureza, ajudando-nos a escapar ao stress da nossa actividade quotidiana e da nossa vida longe da Natureza.

 

No nosso viveiro cultivamos estas pequenas árvores a partir de sementes ou estacas e cultivamo-las em pré-bonsai de maneira a facilitar ao nosso cliente começar do princípio para criar o seu próprio bonsai.

 

Ler artigo sobre a sementeira do bonsai

 

A partir do pré-bonsai, o obtentor pode dar largas à sua imaginação para lhe dar a forma desejada, podar e aramar a fim de alcançar a silhueta desejada. O pré-bonsai é totalmente personalizável, é suficiente por isso aplicar algumas regras básicas de estilização do bonsai, nomeadamente:

 

A poda de estruturação, é a poda principal que permite dar à árvore o seu porte compacto e bem definido, esta poda é praticada principalmente no Inverno para a maioria dos bonsais, por vezes também é feita ao mesmo tempo que o transplante.

 

A aramagem é outra técnica utilizada para moldar um pré-bonsai para se tornar num futuro bonsai, consistindo em enrolar um arame de alumínio à volta dos ramos para lhes dar a forma pretendida.

O princípio é simples: aplicar o arame a todos os ramos, sempre num ângulo de quarenta e cinco graus e depois direccioná-los na posição desejada para formar a silhueta pretendida.

 

O transplante é o último passo na transformação de uma árvore em bonsai, mas não é o menor, porque o sucesso do bonsai depende da qualidade do transplante.

 

O pré-bonsai é cultivado num vaso de plástico de três a quatro litros, inicialmente para permitir o seu desenvolvimento mais fácil e sobretudo muito mais rápido, depois numa segunda fase isto permite que o seu proprietário possa acompanhar a evolução da planta até ao momento de replantar num vaso de bonsai.

 

Na iberbonsai, temos uma vasta gama de vasos de bonsai, tais como vasos não vidrados, originais da China, mais precisamente de Yixing, uma cidade chinesa muito conhecida pela sua extracção de argila de alta qualidade e que fez a sua reputação no fábrico de chás e chaleiras. Os artesãos desta região, que realça o tom do barro utilizado, seguem métodos tradicionais muito rigorosos e sobretudo muito pessoais, o que significa que cada peça pode ter características e tons diferentes.

 

Temos também vasos vidrados de cor azul, verde ou creme etc... Estes vasos são particularmente indicados para realçar flores e frutos de bonsai, contrastando com a cor da flor ou do fruto.

 

Os vasos japoneses, cuja qualidade não deve ser discutida, a qualidade do grés e o acabamento são os principais trunfos destas olarias de muito alta qualidade, embora o preço seja na maioria das vezes um ostáculo para nós em Portugal.

 

Vasos mais pequenos para os Kusamonos, que é um tipo de erva ou flor que é exposto individualmente.

 

Como planta de acompanhamento numa exposição de bonsai, é então chamada de Shitakusa, à qual é dado o poder a terra.

 

Estes vasos de apenas alguns centímetros podem ser vidrados ou não, apresentados com delicados toques de cor e podem estar presentes numa colecção de cerâmica.

 

As suas formas, cores e tamanhos pequenos fazem deles os artigos de colecção perfeitos.

 

Redondo, rectangular, oval ou em cascata, colorido ou não, o vaso de bonsai deve respeitar várias características, nomeadamente:

- Ter vários furos, pelo menos um ou dois principais para a evacuação do excesso de água e vários furos menores para passar os arames que irão manter o bonsai no lugar durante o transplante.

 

- Não ter desnível entre os orifícios principais para evitar a a cumulação de água e assim evitar o apodrecimento das raízes.

 

- Ser suficientemente liso, ou seja, de qualidade razoável tanto em termos de grés como de acabamento, uma vez que os vasos de qualidade mais rústica tendem a ficar verdes e não protegem tão bem do frio e do calor.

 

- Resistente à geada se usado em regiões mais frias, em Portugal, por exemplo, em regiões onde a geada é sentida no Inverno de forma prolongada e intensa, como Trás-os-Montes, Gerês, Montalegre, Bragança, Montesinho, Marão, Amarante, Guarda...

 

Uma vez escolhido o vaso ideal para envasar o nosso bonsai, devemos proceder ao transplante, isto é feito principalmente no Inverno, quando as árvores na Natureza já náo têm folhas, este é de facto um ponto de referência, quando as árvores perdem as suas folhas é porque emtram em repouso vegetativo, ou seja, a seiva pára e já não circula nos caules e ramos, este é portanto o momento certo para cortar as raízes e proceder ao transplante.

 

Isto é verdade para as árvores de folha caduca, para as coníferas esperamos até ao fim do Inverno, ou seja, fim de Fevereiro e princípios de Março, para as envasar.

 

Para o bonsai dito de interior ou Tropical, recomendamos o transplante no início da Primavera, quando a temperatura começa a subir.

 

O sucesso do transplante depende do momento certo para a realização, mas também da escolha do substrato, é o ponto principal para o sucesso, um bom substrato deve ser suficientemente drenante, não deve ser compacto e não deve secar rapidamente.

 

Idealmente, o substrato deveria estar livre de quaisquer nutrientes para que possamos controlar totalmente o nosso plano de fertilização.

 

Na iberbonsai fornecemos aos nossos clientes excelentes substratos que satisfazem todos estes requisitos, tais como Akadama Hard Quality para a maioria dos bonsais, Kiryuzuna para pinus e juniperus, Kanuma para azáleas e rododendros e Keto para a concepção de florestas (Yose-Ue).

 

A fim de realizar trabalhos de poda e de transplante nas melhores condições possíveis, oferecemos uma vasta gama de produtos e ferramentas da China para amadores porque são mais económicos e do Japão para os mais especializados, que são ferramentas criadas por mestres artesãos qualificados.

Entre as ferramentas mais comuns encontramos a tesoura fina que, graças à sua forma alongada, nos permite cortar os rebentos escondidos entre os ramos, a tesoura grande que se adapta melhor à nossa mão e mais particularmente indicada para a poda de galhos e ramos maiores.

 

Alicate côncavo e anguloso para cortes limpos e rectos. Corta arame para remover o arame de alumínio sem danificar os ramos.

 

Ancinhos com pinça ou espátula para ajudar durante a fase de envasamento.

 

Redes de plástico para colocar no fundo dos vasos de bonsai para tapar os furos e assim evitar a perda de substrato.

 

Pastas de cicatrização a aplicar após a poda sobre os cortes maiores, para facilitar a cicatrização e prevenir doenças e fungos.

 

Regadores com os seus tubos e ralos específicos. O tubo deve ser mais longo e fino do que num regador de jardim para aumentar a pressão, uma vez que os furos no ralo são muito pequenos.

 

Curiosidade: no regador para bonsai, utilizamos sempre o ralo virado para cima e não para baixo como no regador de jardim, afim de obter uma rega parecida com a chuva miudinha para não deteriorar o substrato.

 

Ver os nossos regadores para bonsai.

 

O bonsai, um símbolo.

 

Arame de alumínio nos tamanhos de 0.8 mm até 8 mm de diâmetro..Tornos rotativos para facilitar a poda, a aramagem e até mesmo o transplante.

 

Fertilizantes líquidos e orgânicos como o Biogold e as vitaminas, que são muito úteis a seguir ao transplante ou quando o bonsai viveu uma situação de stress como frio ou a falta de água.

 

 

📆 publicado em 28-01-2022

 

 

Termos e Condições
A iberbonsai
Dicas e Conselhos
Catálogo
Siga-nos

Todos os valores incluem IVA à taxa em vigor

Copyright © IBERBONSAI.pt 2022

Desenvolvido por Optimeios

UA-144250790-1 UA-144250790-1